Selecione o local de entrega

A seleção do país/região pode influenciar vários fatores, tais como preço, opções de envio e disponibilidade de produtos.
Contacto direto
igus® Lda.

R Engº Ezequiel Campos, 239

4100-232 Porto

226 109 000*
PT(PT)

Quão sustentáveis são os motion plastics®?

O plástico é um material muito discutido. Sabemos que os polímeros de elevada performance podem contribuir para a proteção dos recursos e do ambiente, e temos feito disto o foco das nossas atividades empresariais.
 
Analisamos os plásticos em três fases: durante a sua produção, em utilização e no final da duração de vida do produto. Nesta página, mostramos-lhe as nossas soluções para a questão da sustentabilidade, tanto nos nossos produtos como no dia-a-dia da igus. Ainda não foi possível responder a tudo, e para determinados aspetos, especialmente no que diz respeito à produção sustentável, ainda continuamos a trabalhar em respostas e soluções.
Ainda por resolver:
  • Emissões de gases e produtos químicos provenientes da produção de matérias primas 
  • Desgaste durante a utilização 
  • Dependência dos combustíveis fósseis
Objetivos:
  • Até 2025, queremos que os nossos edifícios e a nossa produção sejam neutros em CO2.

Inovações sustentáveis de 2023



Antes: Produção de plásticos e peças

Diagrama equilíbrio energético aço, alumínio, plástico

Equilíbrio energético

A produção de 1 m³ de plástico requer cerca de 50% menos energia do que a de 1 m³ de aço ou alumínio.
Gráfico do consumo de petróleo dos plásticos

Consumo de petróleo

A produção de plásticos de elevada performance é responsável por apenas 0,5% do consumo global de petróleo.
Selo de eletricidade verde RheinEnergie

Consumo de energia

Toda a eletricidade que compramos é verde, e estamos a reduzir a quantidade de energia que as nossas máquinas e equipamentos consomem. Estamos a adquirir máquinas de injeção que são 40% mais eficientes em termos energéticos e a substituir as antigas. Reduzimos o consumo de energia em 11% em 2021, apesar de termos aumentado as horas de produção. 
Ícone ciclo

99% recicláveis

99% dos nossos resíduos na produção por injeção (excessos, peças defeituosas) são reciclados e devolvidos ao processo de fabrico.
Ícone lupa

Programa "clean igus"

Medidas mecânicas, tais como películas magnéticas e placas guia, evitam que as peças caiam das máquinas no processo de produção e se tornem resíduos. Reduzimos a nossa taxa de resíduos (resíduos de produção + material processado) em 21% em 2021 graças a estas e outras medidas. 

Certificação ambiental e climática

Norma de gestão ambiental ISO 14001

Norma de gestão ambiental ISO 14001

Para tornar a nossa política ambiental transparente e compreensível, fomos certificados de acordo com a norma ISO 14001, internacionalmente reconhecida como base para sistemas de gestão ambiental, desde 2019. Isto ajuda-nos no nosso percurso em direção a uma fábrica neutra em CO2.
Inscrição ISO 50001 em frente à fábrica igus com pegada

Standard de Gestão Energética ISO 50001:2018

O nosso sistema de gestão energética
é certificado de acordo com as normas internacionais. O principal objetivo da norma ISO 50001 é ajudar as empresas a melhorar o seu desempenho energético através da criação de melhores sistemas e processos. 

Durante: Plásticos em utilização

Isentos de lubrificação

27 milhões de toneladas de massas lubrificantes poluem o ambiente em todo o mundo todos os anos. Os nossos polímeros não requerem lubrificação.
Lata de petróleo e globo
50% de todos os lubrificantes vendidos mundialmente acabam no ambiente. (Fonte: M. PP. Schneider, 2006)
Garrafa de petróleo e garrafas de água potável
1 litro de petróleo contamina 1.000.000 de litros de água potável. (Fonte: Associação Saskatchewan para Recuperação de Recursos Corp., 2008)
Silhueta de carro
1/3 do consumo total de combustível de um automóvel de passageiros é utilizado para ultrapassar o atrito no motor, caixa de velocidades, pneus e travões. (Fonte: K. Holmberg, P. Andersson, A. Erdemir, 2012)
Mapa mundo com barris de petróleo
A procura global de lubrificantes aumentará 2 % anualmente, segundo as previsões = 45,4 milhões de toneladas em 2019. (Fonte: Grupo Freedonia, 2015)
Sustentabilidade – produtos de elevada duração

Duração de vida

Os nossos polímeros são otimizados para o desgaste. São isentos de corrosão e não se sujam devido a massas lubrificantes. Duram mais tempo e não têm de ser substituídos com frequência. Graças aos nossos inúmeros testes no laboratório de testes, podemos calcular exatamente a sua duração de vida.
Mais sustentável – menos peso

Leves

O plástico é mais leve que o aço o que permite reduzir o peso e, portanto, a energia, que tem de ser aplicada para o movimento. Numa aeronave, isto representa cerca de 4 kg se forem utilizados casquilhos deslizantes iglidur em vez de casquilhos metálicos. Por outro lado, existe também um impacto positivo no consumo de querosene.
Sustentabilidade – menos atrito

Poupança de energia

Os nossos polímeros são tribologicamente otimizados e têm um baixo atrito. Juntamente com a redução do peso, isto assegura que menos energia de acionamento tem de ser utilizada para mover uma peça de máquina numa aplicação.
Sustentabilidade – smart plastics

Manutenção preditiva

Os componentes não são substituídos até terem atingido o fim do seu ciclo de vida – esta é a ideia subjacente à nossa gama de produtos smart plastics. Os sensores indicam o desgaste e as peças são substituídas quando é verdadeiramente necessário; os recursos são utilizados de forma cuidadosa e racional.
Sustentabilidade – substituição de casquilhos

Peças substituíveis

Uma das principais ideias subjacentes ao desenvolvimento dos nossos casquilhos de substituição para guias lineares era não ter de substituir o sistema completo quando atingisse o limite de desgaste. As guias não se danificam e os patins podem ser recondicionados. Desta forma, são preservados recursos e, simultaneamente, os custos são reduzidos.
Sustentabilidade – iglidur N54

Biopolímeros

Com o iglidur N54, desenvolvemos um casquilho deslizante standard que pode ser utilizado de forma universal, consistindo 54% de matérias-primas renováveis. O casquilho de biopolímeros demonstra que os componentes podem ser sustentáveis, servindo de motivação para o nosso desenvolvimento futuro de produtos.

Depois: Os plásticos após a sua utilização

Gráfico reciclagem convencional

Programa de reciclagem Chainge

Reciclamos plásticos técnicos - tanto de produtos da igus® como de outros fabricantes. Enviamos o material para os nossos parceiros de produção ou de reciclagem e recebe um vale por quilo. Até 6/2023, já conseguimos reciclar mais de 80 000 kg de material. A nossa plataforma única foi galardoada com o Prémio Rhineland Business na categoria "sustentabilidade" em setembro de 2022 e venceu o concurso de reciclagem "Going Circular" da Câmara de Comércio e Indústria de Colónia em maio de 2023. Junte-se a nós e torne-se um Chainger!  
Gráfico Hydro Plastic Recycling Solution

Reciclagem HydroPRS

Investimos cinco milhões de euros na empresa Mura Technology, uma empresa que utiliza uma nova tecnologia HydroPRS (Hydro Plastic Recycling Solution) para converter resíduos plásticos não selecionados em petróleo bruto em 20 minutos. Conserva recursos com pressão, temperatura e água. A construção da primeira fábrica de grande escala começou em Abril de 2021, e cada vez mais empresas estão a cooperar com a Mura Technology. 

Projetos e iniciativas de conservação ambiental

Gráfico do conceito de aquecimento

O nosso conceito de aquecimento com o calor residual da produção

O aquecimento a gás é necessário? É gerado muito calor no processo de produção, é possível fazer alguma coisa com ele? Como é que conseguimos utilizar o calor residual? Foi isso que uma equipa de engenheiros da igus questionou e começou a experimentar. O resultado: o conceito de um aquecedor que utiliza o calor residual das máquinas. O plano: deixar de aquecer quaisquer edifício da empresa em Colónia com gás e tornar o conceito livremente disponível para toda a indústria. Chamamos-lhe de MHRS - Machine Heat Recovery System (Sistema de recuperação de calor das máquinas). 

Resíduos plásticos no dispositivo de recolha do rio e limpeza Esquerda: lixo que apareceu nos aparelhos; direita: após a recolha

Plastic Fischer - contra o lixo plástico nos rios

Todos os anos, 8 a 12 milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos, na sua maioria através dos rios. A Plastic Fischer começa aqui mesmo e recolhe o lixo nos rios, o que é mais rentável do que a pesca no mar. Como funciona o projeto? As pessoas locais utilizam aparelhos especiais para retirar o lixo dos rios recebendo em troca um rendimento regular. Os resíduos plásticos recolhidos, maioritariamente classificados como não recicláveis, são encaminhados para estações de tratamento térmico: são incinerados com valorização energética. A igus® financia a recolha de um total de 10 000 kg de resíduos de plástico. Durante o período de recolha, pelo menos 34 pessoas em Kanpur e Mangalore (Índia) puderam obter um rendimento regular e, nalguns dias, há mais pessoas empregadas. 

Coletor de lixo no rio Reno, perto de Colónia

O polvo do Reno ("Rheinkrake") - a igus apoia o coletor de resíduos flutuantes

Todos os dias, ao longo do rio Reno, flutuam uma tonelada de resíduos para o Mar do Norte. Uma quantidade elevadíssima. Ao longo dos anos a Associação de Colónia K.R.A.K.E. ("Krake" significa polvo) tem vindo a recolher o lixo no rio Reno. A associação deu um grande passo em frente em setembro de 2022 com um coletor de resíduos. Os resíduos que flutuam à superfície entram na armadilha do coletor. O coletor de resíduos é esvaziado e os resíduos são regularmente registados em terra pelos membros da associação e avaliados cientificamente em cooperação com a Universidade de Bona. A esperança é que isto dê origem a um estudo de longo prazo sobre os resíduos plásticos no rio Reno. É com muito gosto que patrocinamos este projeto, o qual desejamos o maior sucesso e agradecemos o empenho de todos os envolvidos. 

Limpeza de florestas com pastagens

Plantação de árvores

Começou como um presente de Natal para os clientes, e hoje em dia já há várias campanhas, não só na Alemanha, mas também na Turquia, México e na Índia. Das sementes às grandes árvores urbanas, plantamos e cuidamos de árvores e arbustos em pequenas e grandes campanhas. Ao criar grandes áreas com novas árvores, esperamos ajudar a mitigar a carga de CO2 na atmosfera. 

Imagem 3D de uma tomada o fornecimento de energia a partir de terra

Combate às emissões poluentes nos terminais de contentores com o sistema de fornecimento de energia a partir de terra

Os geradores a diesel dos navios porta-contentores são um problema grave. Libertam toneladas de pós finos, óxidos de azoto e enxofre, bem como emissões de CO2 para o ambiente. Em 2022, criámos o iMSPO, uma tomada móvel que permite fornecer energia a partir de terra aos navios porta-contentores com facilidade, rapidez e, acima de tudo, flexibilidade. Se também for "ecológico", o caminho para os "portos com zero emissões" está livre. 

Computador portátil desmontado

Segunda vida para PC´s & Companhia

O que é que a igus faz com os aparelhos eletrónicos depois da sua duração de vida ter terminado? Até há bem pouco tempo, iam diretamente para a reciclagem em grandes quantidades: a igus costumava produzir até cinco toneladas de resíduos eletrónicos por ano. No entanto, terminamos com este procedimento. O grupo de trabalho reguse, uma associação de estagiários da igus, reutiliza tudo dos resíduos eletrónicos que ainda podem ser utilizados, por ex. portáteis, computadores e monitores. Recondicionam os dispositivos antigos e oferecem a todos os funcionários da igus por um preço simbólico. As receitas são doadas a projetos de sustentabilidade.

A bicicleta da igus

A reciclagem encontra a mobilidade - o projeto igus:bike

Uma bicicleta isenta de corrosão. Isenta de manutenção e de lubrificação. Em conjunto com fortes parceiros, estamos a construir uma bicicleta urbana do futuro: robusta, resistente e feita mais de 90% em plástico  - desde o quadro, passando pelos rolamentos, até à correia dentada. A reciclagem de resíduos plásticos permite incluir uma elevada percentagem das matérias primas necessárias. Deseja saber mais? 

Peças impressas em 3D e um volante de um automóvel clássico

Peças de substituição impressas em 3D para toda gente

Crie você mesmo peças de substituição em tribopolímeros iglidur resistentes ao desgaste - esta opção está agora também disponível para particulares. No contexto do projeto "Peças de substituição impressas em 3D para todos", apoiamos oficinas de reparação, oficinas e FabLabs doando filamentos. Podem obter até dois rolos de filamento por pedido gratuitamente. Mais informação sobre este projeto, que inicialmente oferecemos nos países de língua alemã, está disponível na nossa página da informação.

Medidas para poupar os recursos em todo o mundo


Pegada de CO2 da igus

Atualização sobre o caminho para a neutralidade climática

Em 2021, conseguimos menos 31,2% emissões de CO2 do que em 2020. Este número refere-se às emissões de âmbito 1 e âmbito 2. A mudança para eletricidade verde em meados de 2021 e gás sem impacto climático em Outubro de 2021 desempenhará aqui um papel fundamental.
O que está incluído? Ir para o artigo no blogue da igus